6 ANOS LEVANDO AS NOTÍCIAS DA TERRINHA QUERIDA

AQUI, FÁTIMA NORONHA TRAZ NOTÍCIAS DE SUA PEQUENA BRAZÓPOLIS, CIDADE DO SUL DE MINAS GERAIS.

E-MAIL DE CONTATO: fatinoronha@gmail.com

3 de fevereiro de 2014

DOR E REVOLTA NO ENTERRO DO JOVEM QUE MORREU APÓS TER 90% DO CORPO QUEIMADO EM ITAJUBÁ





 Foi enterrado nesse domingo (02/01) em Piranguinho o corpo do jovem Denner Realino, de 20 anos, que morreu após ter 90% do corpo queimado em um acidente dentro da empresa Higident do Brasil.
  Denner trabalhava como mecânico de manutenção na empresa,na ultima sexta-feira (31/01) ele realizava a manutenção em uma das máquinas quando ocorreu acidente. O jovem foi socorrido,  mas morre no último sábado no Hospital.  
Amigos do Jovem usaram as redes sociais para expressar a dor e revolta contra as condições dentro da empresa. Segundo testemunhas há muitas irregularidades nesta unidade da Higident do Brasil em Itajubá, como sistemas de seguranças e extintores.

Fonte: Minas Sul News

8 comentários:

Maíra Cintra disse...

Que triste. Já trabalhei na Higident e posso confirmar isso. E empresas como essa existem de montes por aí. Não só irregularidades como alguns tipos de humilhações e constrangimentos. Eles não se preocupam com a sua vida, com a sua segurança, eles querem lucro e nada mais.

Anônimo disse...

eu tbm já trabalhei lá, concordo com tudo que Maíra Cintra falou, muito triste....

Anônimo disse...

segurança do trabalho já!!!!!

Anônimo disse...

O Deputado Dalmo Ribeiro não é um dos donos da Higident ????

Robson Silva disse...

na verdade foi total negligencia da empresa,,,,,ele ia desliga a maquina e o encarregado não dexo disse que era pra ele fazer manutenção com ela ligada....dai escapou uma mangueira de álcool que enxarcou ele e por ventura uma faisca fez o corpo dele pega fogo .....o pessoal pegou 3 extintores e todos estavam vencidos por isso nenhum funcionou,, era tão grande o despreparo da equipe de socorrista que ficaram com medo e por increvel que pareça correram na direção contraria, dai ele no desespero correu para o chuveiro tirando a roupa e se molhou todo ( o que piorou a situação, mas por causa da negligencia da equipe de socorro ), como se não bastasse não tinha ambulância pra leva-lo no hospital tiveram que pegar uma carro de um dos funcionarios mesmo....ou seja ele não morreu MATARAM ELE...isso pq a menos de 6 meses morreu uma mulher na linha de produção por falta de atendimento, ela teve uma parada cardiovascular e o encarredo da linha não deixou que ninguem fizesse massagem cardiaca....essa merda de empresa ainda continua aberta ...logico paga uma muita grana pra prefeitura inquanto isso o chão de fabrica que se dane.....esse é o BRASIL

Ana Paula S. disse...

Lamentável. Pobre rapaz e coitada da família que ficou. Imagino a revolta deles. Isto é caso de polícia!!!

Ana Tereza Corrêa Raffoul disse...

Respeito a opinião de todos, compartilho com a dor da família, amigos e colegas de trabalho do jovem, mas gostaria que vocês vissem o outro lado da situação, acidentes, catástrofes, fatalidades acontecem independente da vontade das pessoas, o Presidente da Higident e sua esposa são pessoas íntegras, honestas, de índole incontestável, não merecem determinados comentários e agressões, são trabalhadores, construíram a Higident com sacrifício, com honestidade e acima de tudo trabalho, muito trabalho, tenho certeza que o Presidente da Higident jamais deixará de arcar com qualquer responsabilidade neste trágico ACIDENTE que infelizmente causou a morte de um jovem tão trabalhador e esforçado como Seu Antônio e Dona Lurdes. Por isso antes de qualquer insulto, critica maldosa, respeitem a dor da família do rapaz e da família Higident. Sou solidária a família do jovem e também a família do Seu Antônio que tenho certeza que está assim como todos sofrendo com essa tragédia.... Ana Tereza Corrêa Raffoul

Anônimo disse...

tbm já trabalhei nessa empresa afirmo q há mtas irregularidades,só qrem saber de produção,e a refeição...Será q srº Antonio ta sofrendo?sempre d kr feia com os funcionários,mal podiamos ir ao banheiro trabalhei la por 9meses;pedi conta pq funcionário lá não tinha valor e na saída ainda era/é revistado pra v c não ta levando sabonete

Postar um comentário

Obrigada por dar a sua opinião.
Elogie, critique, mas faça isso com educação.
- Comentário com palavras de baixo calão será excluído.