6 ANOS LEVANDO AS NOTÍCIAS DA TERRINHA QUERIDA

AQUI, FÁTIMA NORONHA TRAZ NOTÍCIAS DE SUA PEQUENA BRAZÓPOLIS, CIDADE DO SUL DE MINAS GERAIS.

E-MAIL DE CONTATO: fatinoronha@gmail.com

8 de março de 2013

Se eu fosse paiaça tinha uma bola vermeia no narizi! – Maria do Vá



 Vô contá proceis o que mi ocorreu antonti:  
 Eu tava esperanu o Bancu do Brasir arresorvê as pendenga pá mode depostá us chequi duns compradô di mio.Mai comu tá demorando pur dimais bandei cedinhu, madrugadinha ainda pá cidadi. Fui nu caxa da praça. E óia qui num era nem 7 hora e a fila já tava escumungada di grandi.
Dispois de ficá lá por quai 2 hora, naquela fila qui num andava,  arresorví  saí pá modi í tomá um café. Cás canela e as batata da perna duenu, disci o morrão e fui  nu  Bar du João da Gruta cumê um pão cum mantega  e sentá um pocadinhu qui eu num tava mais guentanu  di dor nos quartu di tantu fica im pé naqueli filão da praça.  
Quandu já tinha discansadu um bucadinho a mocinha du bar explico pra eu qui lá nu caxa da praça num fazia depóstu, qui só tirava dinheiru e istratu i qui  tinha um tendimentu prosório du ladu du correiu. Agardici as informação da mocinha e bandei lá prus ladu du correiu.
Mai anti chega lá eu passei nuns par di loja pá modi vê si argum fio di Deus trocava us chequi pra eu. Mai qui nada.
Nissu já era umas 10 hora. Intonsi fui eu, cus meu chequi, lá pru ladu du correiu.
Divinha: uma outra fila maió qui a da praça i nem uma cadeirinha di nada pá modi a genti sentá. 
Funcionáriu du bancu prá ajudá nóis, tamém num tinha ninhum.  
 Preguntei prum rapaiz  se lá fazia deprósitu mai o moço num sobe dizê. 
Ispiei pá modi vê se tinha lá argum avisu ixplicanu u que a genti pudia fazê lá, mai num tinha nem uma letrica di nada. I a fila armentanu. Lá tinha 3 caxa inguar as da praça, mai uma num tava funcionanu.  Tinha genti qui ficava lá apertanu tudu qui é botão e saía xinganu. Intonse preguntei pruma mocinha qui tava saino braba i ela falô qui lá num pudia nem tirá dinheru e nem fazê depróstu, só mudava senha e tirava istratu. 
E eu lá, mai uma veizi, feitu uma boba  retardada débi mentar  na fila. 
Uma muié falô qui u correiu fazia us depróstu.
Fui lá. Mais aquilu tava quaiadu di genti. Tudu mundu ca cara tristi, cansada...
O quarda du correiu falô qui eu tinha qui panhá uma senha pá mode sê tendida. Peguei a mardiçiada.
Numro 76!!! 
As perna inté bambiô!!!
Oiei naqueli parner luminado e tava iscritu o numro 22. 
E a gentaiada chegano cada veiz mais. E fila armentano mais i mais...
Oiei cum mai atenção na rua e tava as carçada tudu cheia di genti sentadu nu sor quenti. Tinha genti pá tudu ladu. 
Dentru du correiu umas dúzia di cadera tudu cupada.
Daí u sangui já cumeço a quentá dentru dus miolu!!!
Um par de  sinhorinha veinha, di pé, iscoranu u corpu cansadu na paredi e umas mocinha novinha sentada feito umas madames. Daí já me instressei e preguntei si elas num tinha inducação e nem pena di dexá as véia im pé inquantu as belezura ficava sentada mexeno nu celular. Uma mar educada só arrespondeu: “Eu chequei primero”. I continuô lá forgadona.
Pá num fala mai um monti de besteira eu saí. Fui na casa da minha amiga qui mora pertinhu, tomei água, prosiei um poco, vortei nu correiu e vi qui a fila tava maió ainda.
Oiei lá e tava no numro 43. E o meu era 76!
Já passava das 1 e meia. Fiquei lá isperando os outro 33 da minha frente sê atendidu.
Quandu fartava 5 pás 2 hora, tava nu numro 55 e intão o guardinha du correiu, muitu gentir, falô pra eu:”minha senhora, aqui a genti faiz u serviçu du bancu inté as 2 hora só. Num vai dá tempu pá senhora fazê seus depróstu”. 
Preguntei si a senha valia pru outru dia e eli dissi qui não! Eli inté falô pá modi eu í pá Tajubá que lá ficava mai fáci!
Ora bolas! Se eu quisessi tê conta nu bancu di Tajubá eu abria lá e não aqui!!!
Pá num fala um monti de mérda, achei mió í imbora sem sortá uma palavra.
Mai tô discunjurada inté agora!
Isso é farta di respeitu cu povu! Ondi qui tão us funcionáriu du bancu pá modi ficá lá ajudanu a genti?
Ninhum deis sabi inscrevê prá modi dexá instrução lá?
Num dava pá eis ponhá as cadera du banco lá pru povu ao menus tê ondi sentá?
Ô será qui a chuva levô tudu? Funcionáriu? Cadera? Caneta? Paper?
Tão pensanu que nói samu  paiaçu?
I si tão pensanu, eis tem razão,  nói samo é paiaço memu, por modi qui as tar “taxinha” que eis cobra tudu mês, eis cuntinua copranu. I nóis, us idiota, sofrenu i paganu!!!
Dispois a genti recrama e eis fala qui ninguém tem curpa.
Tem curpa sim sinhô!!!
Tem muita genti qui tem curpa e a bobaiada du povu é qui paga!
Tem curpa quem nunca arrumo us esgotu da cidadi, qui tem pá mais de 100 anu, e só foru construinu casa pur riba sem oiá cumu qui tava aquilo.
Tem curpa a prefeitura qui num egige qui u bancu arressorve logu as coisa!
Tem curpa u bancu qui num põe mai caxa pá atende u povu!
Tem curpa u povu qui sofri i num recrama!
Fica um impurra , impurra di curpa sem fim!
E afinar quem leva a curpa sozinhu é u cuitadu du São Pedru!
Se oceis tudu qué fazê nóis di paiaçu, pelu menu compra uns narizi vermeio pá nóis usá.
Ou oceis qué que nóis compra inté u narizi cu nossu dinheiru tamém???
Tá é fartanu  respeitu,  consideração, dó,  piedadi!!!
E tá sobranu é muito discasu, dispresu, deslexo, indiferencia, insenbiblidadi!!!

Intão vamu nóis, us paiaçu, reclamá pá São Pedru qui mandô a chuvarada!!!
Mai... será que num vai tê um filão lá tamém???

4 comentários:

Anônimo disse...

"Idosa passa mal enquanto aguarda atendimento no caixa eletronico

Anônimo disse...

Muito bom esse texto e a pura realidade, eu sou um brasopolense moro aqui e trabalho. Não estou ajudando a criticar eu quero o bem da minha cidade pois se estiver bom para o povo, esta bom pra mim. Mas não aguento palhaçada de politico seja la de partido que for desse banco e vou botar a boca no trombone também. POVO UNIDO JAMAIS SERA VENCIDO.

Anônimo disse...

Coloca a boca no Forum e não no trombone.

Antonio Claret disse...

falo mai num adianto.....
o povo ta sofreno do memo jeito.
Niguem resorve porcaria nenhuma

Postar um comentário

Obrigada por dar a sua opinião.
Elogie, critique, mas faça isso com educação.
- Comentário com palavras de baixo calão será excluído.