6 ANOS LEVANDO AS NOTÍCIAS DA TERRINHA QUERIDA

AQUI, FÁTIMA NORONHA TRAZ NOTÍCIAS DE SUA PEQUENA BRAZÓPOLIS, CIDADE DO SUL DE MINAS GERAIS.

E-MAIL DE CONTATO: fatinoronha@gmail.com

12 de julho de 2013

UNIPA ENCERRA SUAS ATIVIDADES


A UNIPA- UNIÃO DE PROTEÇÃO DE ANIMAIS DE BRAZÓPOLIS, COMUNICA QUE ESTÁ ENCERRANDO SUAS ATIVIDADES POR FALTA DE PESSOAL PARA COMPOR A DIRETORIA. ESTAREMOS EM ATIVIDADE PROVISORIAMENTE, ATÉ SALDARMOS NOSSAS DÍVIDAS E COMPROMISSOS ASSUMIDOS.

31 comentários:

Anônimo disse...

Nossa, que triste isso. As pessoas deveriam ajudar!. Os animais merecerem nosso amor, carinho, dedicação e respeito.Afinal, se estão abandonados foi pq alguem os abandonou, e eles não tem culpa disso.

Anônimo disse...

Uma pena! Uma pena, mesmo! Não é possível que não tenha pessoas para compor o grupo, várias pessoas em Brasópolis adoram animais! Espero que em breve UNIPA volte as atividades 100%.

Anônimo disse...

Como já dizia Rogerio Magli: "O cachorro é um ser humano como outro qualquer"

Anônimo disse...

Uma pena, pq eles ajudaram muitos animais e, principalmente, muita gente que por falta de meios e de conhecimento poderia ter abandonado o animal...

Vira-latas disse...

Ao primeiro comentarista, leve uma meia duzia de cachorros pra sua casa então.
Apontar pros outros e dizer que estão errados é facil, o dificil e fazer algo pra ajudar.

Anônimo disse...

Com certeza Sr(a) Anônimo,temos dó sim dos animais,mas tente manter uma associação sem verbas de patrocínio ou semelhante.Tem que baixar as portas mesmo.

Anônimo disse...

E a prefeitura, o que diz sobre isso ? Não podem ajudar ?

Anônimo disse...

Agora isso ficará nas mãos da prefeitura e ela fará o que faz ou fazia a anos, pegar os cachorros de rua de depois sacrificá-los ?

VIRA LATAS disse...

Reparem que quanto menos recursos tem uma familia, mais animais como caes e gats estas possuem. Isto é que esta errado. O municipio deveria fiscalizar pra que isto não ocorra. Quando estes animais se proliferam, pra onde eles vão?
Pras ruas da cidade e pra frente de nossas casas que somos obrigados a conviver com esta situação.
A cidade esta um verdadeiro caos, pois em cada pracinha existem tres ou quatro cachorros por ali, correndo atras dos carros e motos.
Por mais perturbador que possa parecer, o correto a se fazer hoje, era sacrificar todos estes animais. Eles ja passaram da condição de domesticos para sinantropicos pois ja são uma verdadeira praga.

Anônimo disse...

Para Vira-Latas.
Respondendo a vc, eu faço a minha parte sim, ajudo sempre, tenho 4 cachorros em minha casa, 3 deles resgatados vítimas de maus tratos, só não tenho mais devido ao espaço da minha residência, mais assim que me mudar concerteza estarei adotando mais, trabalho voluntariamente na Ong Resgacti e na Cuidando dos Animais, faço doaçoes aos animais abandonados e os ajudo a encontrarem um lar.

Anônimo disse...

É dificil manter alguma instituição sem dinheiro e pessoas.

Anônimo disse...

A administração municipal deve ter elaborado algum contrato (convenio) para a UNIPA receber algum dinheiro para manutenção.

Anônimo disse...

São Francisco de Assis,

Vivemos em um mundo que ainda não percebeu vossa interseção a favor dos animais que aqui vivem. Vossa vida etérea foi de grande valia e exemplo para a humanidade em sua época, porém, já se passaram séculos e parece que muita coisa não mudou. Avançamos cientificamente o suficiente para termos conforto, proteção e saúde do que nos interessa e nos é rentável. Contudo, estamos regredindo em tudo o que conquistamos no que se diz respeito às relações humanas, ou melhor, às relações humanas com os animais. Por pior que fosse a sua época Santo Francisco, os animais eram parceiros, companheiros de trabalho e de troca de sentimentos. Havia a consideração e o respeito não pelo que eles pudessem dar, mas sim pelo que eles eram e o que eles sempre representaram no contexto geral de suas naturezas e existências no misterioso cenário espiritual deste planeta. A reverência humana no nascimento, vida e morte dos animais sempre foi tratada com seriedade e dignidade. A compreensão e o entendimento do interagir dos animais com o meio e os seres humanos sempre foi ferramenta de equilíbrio e harmonia do todo. A percepção sutil e sensível daqueles que a época já se comunicava com os animais permitiu que a humanidade avançasse e compreendesse melhor sua própria existência, pois, esta sempre esteve relacionada à evolução dos seres vivos, de nossa origem biológica e espiritual, da fusão entre o dito primitivo e o assumido evoluído. Graças a eles estamos aqui, hoje, agora! Serviram-nos e nos servem sem cobrar. Não estão preocupados nos dividendos que podemos lhes proporcionar. Nem mesmo preocupam-se com a troca e muito menos com vantagens e benefícios materiais. Apenas aguardam gestos de carinho, compreensão, consideração e respeito por suas existências.
Santo Francisco! Perdoa-nos por esquecer o que nos ensinaste. Perdoa-nos por desequilibrar o meio. Perdoa-nos por nos colocarmos em primeiro lugar acima de tudo na Terra. Perdoa-nos por não consultarmos a natureza antes de nos beneficiarmos dela. Perdoa-nos por sermos insensíveis ou fingir sermos para com os animais. Perdoa-nos por nos afastarmos dos animais e até mesmo ignorá-los em nossas vidas mesquinhas e egoístas. Perdoa-nos por só vermos beleza na beleza da raça pura. Perdoa-nos por nossas omissões e descaso com os animais. Perdoa-nos por nossas indiferenças e friezas para com eles. Perdoa-nos Santo Francisco por nos afastarmos do seu verdadeiro ... (cont.)

Anônimo disse...

... ensinamento do dar sem receber, do amar sem ser amado, do compreender sem ser compreendido. Perdão!
É extremamente triste testemunharmos o fim de uma excelente intenção. É desprezível o comportamento omisso, negligente e covarde da sociedade e seus poderes constituídos em relação àqueles que sequer podem se defender. É inadmissível o “lavar as mãos” das autoridades que cumprem seus papéis de forma técnica e legal não indo além do impossível para inovar na solução dos problemas. Cômodo e muitas vezes conveniente quando nos delimitamos por determinações, regras e leis criadas por nós mesmos. Pois é, dessa forma continuaremos a incidir nos erros de nossas vidas e continuaremos a lavar nossas mãos sem sequer termos sujado-as.
Santo Francisco! Intercedei neste momento de fraqueza e desistência nossa. Às vezes nos sentimos impotentes e sós, porém sempre seremos conscientes de que poderíamos fazer mais. Os animais estão diante de nossos olhos e corações todos os dias como forma de provação para que ajamos ou não em seu favor. Precisamos de vossa força espiritual a fim de intervires iluminando a cabeça daqueles que ainda não perceberam o quão importante é a interatividade com o animal, equilibrada e harmônica em nossas vidas. Santo Francisco, não deixe que esta parte de vossa obra míngüe de forma tão rápida e sem resistência. Santo Francisco rogue por nós e por esta causa, em nossos nomes e de todos os animais que te necessitam.
Contemos com a intervenção divina nesta hora, porém façamos a nossa parte. Caso necessário, mudemos o contexto da coisa. Inovemos, reformulemos, quebremos barreiras burocráticas perniciosas, façamos valer a verdade, a sinceridade, a solidariedade humana e animal para que possamos encarar este problema de frente, com ações que realmente mudem da água para o vinho tudo de errado e viciado que se tem praticado. Se continuarmos a ler na ultrapassada, tendenciosa e manipulada cartilha daqueles que legislaram, julgaram e executaram em favor próprio, continuaremos a caminhar como ovelhas rumo ao abate.
Santo Francisco! Dai-nos coragem, garra, forças e a verdade para que defendamos os animais como a nós mesmos!
Assim seja! Amém!

Vira latas. disse...

Ok primeiro comentarista. Mas uma pergunta, estes cães que voce resgatou são castrados?
Ou se reproduzem, gerando mais filhotes e com isto a responsabilidade de arrumar novos lares para eles...

Anônimo disse...

Dar esmola pra bicho faz ele ficar vagabundo. Bicho é igual gente, tem ter função, disciplina e carinho.

Anônimo disse...

não foi feita uma reunião na camara pra falar até mesmo resolver isto, acho que vi uma ata neste blog, por favor se estiver certa coloque de novo Fatima.Obrigada

Anônimo disse...

quanta ignorancia do Sr(a) vira lata,que acha que sacrificando é o melhor caminho,pensamento de gente pequena e sem um pingo de sentimento,que ainda fica querendo botar defeito nas pessoas que ajudam os animais.

Anônimo disse...

concordo com vira latas, quanto menos recurso tem a família, mais bichos tem. A ong deveria é instruir estas famílias, assim teria bem menos nas ruas....já que pegam sem ter condição de cuidar e deixam jogados, sem castrar, e isso vai virando uma bola de neve...

Fátima Noronha disse...

Então tá...vamos matar todos os cães da cidade, num muro, fuzilados...inclusive este Vira Latas aí. E se ele tiver um cão a gente fuzilas tb.

E por que o pessoal da Unipa tem que sair conscientizando o povo? Todo mundo deveria fazer isso.
E mais, pessoas pobres tratam muito bem seus cães e não os deixam jogados na rua não. Isso é coisa de riquinho que pega um filhotinho lindo, pro filhinho lindo brincar e depois que cresce, enjoam dele e soltam na rua. Conheço muita gente que faz isso.

Anônimo disse...

Que Administração que temos que nada acontece, tudo vai para agua abaixo, acordem, pensem, sejam criativos isto digo para Prefeitos, Vice, e os amados vereadores que nada fazem.

Vira Latas disse...

Olha D. Fatima, pra inicio de conversa os "riquinhos" compram cachorros de raça e até agora não vi nenhum animal de raça perambulando pelas ruas, o que se vê são somente animais sem raça definida. Se tem alguem descartando animais com esta caracteristica com certeza estão vindo de familias de baixa renda , como eu havia dito anteriormente.Em segundo lugar , em momento algum cheguei a dizer que a extinta Unipa deveria fiscalizar os lares brazopolenses quanto as condições em que estes animais vivem, e sim que isto deveria caber ao governo municipal através de cadastramento e castração destes animais durante as campanhas de vacinação. Quanto a ter "trocentos" cachorros ou gatos no quintal, é problema de cada um , desde que cada um tenha a conciencia quanto a reprodução desenfreada destes animais (coisa que esta sem controle atualmente como todos podemos notar).
Em terceiro, se sacrificar pra voce significa "pelotão de fuzilamento" então quer dizer que o frango , a carne bovina, o peixe, o porco,ou outra fonte de proteina animal que comemos são todos abatidos desta forma????
Deve ser sua intenção fazer isto pois até em mim voce gostaria de mandar bala.
Como disse anteriormente, pode parecer perturbador, mas existem formas de sacrificio humanitario que deve ser feito de forma controlada e por profissionais capacitados e não de maneira sordida que voce propôs.


Anônimo disse...

La em Bom Sucesso existe um tal de envenenar os caes que muitas vezes tem dono mais que sai para dar uma voltinha e nao volta, gostaria que as autoridades tomassem providencia quanto a isso, pois ja passou dos limites, tb tem muitos caes que o pessoal soltam no bairro, isso sao muitas vezes que acontece.

Anônimo disse...

O Cachorro e o gato devem ter coleira de identificação do animal e registro do dono na prefeitura, quem cuida tem que assumir as responsabilidades de alimentação, carinho, saúde e espaço. Assim bicho solto na rua com coleria a prefeitura identifica, devolve e adverte a pessoa, na reincidencia, multa. Agora, bicho solto sem coleira, sem registro, sem vacinação e sem cuidados tem que ser sacrificado ou adotado por pessoas responsáveis.

Anônimo disse...

Concordo com a Fátima e mais pessoas que estão defendendo os animais, e concordo tmb que tenha que eliminar esse tal de vira lata (o anônimo acima claro) que fica falando asneira,deve ser um homem que fica procriando por ai fazendo um monte de filhos que ficam enxendo o saco na porta dos outros o dia inteiro, alem de ficar bebendo o dinheiro da bolsa familia, etc...Prefiro os animais do que muitos que se dizem humanos.

Anônimo disse...

Pode ter certeza anônimo que é pelo que voce disse, são palavras suas "mais assim que me mudar com certeza estarei adotando mais, trabalho voluntariamente na Ong Resgacti e Cuidando dos Animais, faço doaçoes aos animais abandonados e os ajudo a encontrarem um lar" que a UNIPA encerrou suas atividades, pq santo de casa não faz milagre, não é mesmo? È isso mesmo vá ajudar a Ong Resgate quem sabe voces consigam esse milagre. O problema maior é que os animais abandonados continuarão a existir enquanto existir humanos irracionais.

Vira Latas disse...

Ao Anonimo(a) que trabalha na Ong de Resgate de Animais, parabens pela sua iniciativa e seus atos, não desmereço seu trabalho.Não sei se suas açoes são em bRazopolis ou em outra cidade, mas credito apenas que sua iniciativa não atinge um volume necessario para resolver o problema dos animais abandonados de Brazopolis. Voce esta fazendo a sua parte sem duvida alguma.
Aos anonimos que não sabem debater, que ja partem direto pra ignorancia, saibam que minha vida particular diz respeito somente a mim, e que esta vai muito bem obrigado, sem depender de auxilio de bolsas do governo. So garanto que se algum dia voces forem atacados por algum animal destes que estamos falando, ou que contraiam uma doença oriunda dos mesmos, com certeza sua visaão quanto a este assunto mudará e talvez as palavras que proferi , não sejam tão perturbadoras.

Antonio Claret disse...

Vamos ser sinceros vão cair de pau em mim mas não tem problema. Criaram uma entidade para encher o saco. A cachorrada pode latir a vontade corre atrás
dos motoqueiros fazer sujeira, tudo certo. Se você por ironia do destino atropelasse ou chutasse um cachorro, já era motivo de todo tipo de ódio, falação, grosseria. Como que uma entidade assim vai para frente. Assumir uma entidade que tinha objetivo de ferrar as pessoas fica difícil né.

Anônimo disse...

concordo plenamente Antônio Claret e Vira-latas. e que cada um cuide de seu animal, ninguém mandou pegar neh....

Anônimo disse...

Antonio Claret e Vira Lata: se vcs estão enchendo o peito para falar e dar soluções para o problema, que não é só de Brazópolis, então porque vcs não montam uma Diretoria e vão trabalhar com a Ong Resgacti.

Anônimo disse...

Estava um carro estacionado na porta da casa da mae do dono do carro e um cachorrinho entrou em baixo o motorista nao viu e deu partida e saiu passando por cima e matando o caozinho , hoje esta respondendo na justica por tal ocorrido nao acho isto justo pois nao foi proposital, o rapaz e pobre e trabalha para sustentar a familia,

Postar um comentário

Obrigada por dar a sua opinião.
Elogie, critique, mas faça isso com educação.
- Comentário com palavras de baixo calão será excluído.