6 ANOS LEVANDO AS NOTÍCIAS DA TERRINHA QUERIDA

AQUI, FÁTIMA NORONHA TRAZ NOTÍCIAS DE SUA PEQUENA BRAZÓPOLIS, CIDADE DO SUL DE MINAS GERAIS.

E-MAIL DE CONTATO: fatinoronha@gmail.com

27 de janeiro de 2016

POEMA - VALSA DA VIDA


No imenso salão do céu azul.
Espessas nuvens se espalham como flocos de algodão.
E se transformam em múltiplas bailarinas.
Que rodopiam conduzidas, pelos espíritos dos grandes maestros do passado.

E freneticamente bailam, sobre as montanhas sombrias.
Enquanto o sol pálido e triste, de longe espia o grande espetáculo!
Na orquestração da natureza, ouço ao longe a canção do vento...
Ressoando aos meus ouvidos, como as mais belas valsas de strauss!

De repente tudo é silêncio...
As nuvens se dissipam lentamente, sobre os meus olhos deslumbrados.
Cai os primeiros pingos de uma chuva impertinente.
É a vida que se renova!


Maria da Gloria Rebelo Faria

2 comentários:

Ze Manso disse...

Parabéns pelo belo poema!!!

Zezé Gonçalves disse...

EU*APROVEI*SEU*POEMINHA*GOSTEI*DAS*PALAVRINHAS*BEM*INTERPRETADINHAS*LAS*TEM*
LINHAS*EMOCIONANTES?*EU*SOU*AMANTES*DÁ*NATUREZA*VOU*MATANDO*Ú*MEU*TEMPÃO*
CONTEMPLANDO*Á*BELEZA*DÚ*PAPAIZÃO*DEUZÃO?*EU*PARABENIZAREI*SEU*POEMINHA?*
GLORINHA*SEU*BOM*LIVRINHO*ESTIMAREI*COM*CARINHO?????
*****FÉ*SALVES*"ZEZÉ" GONÇALVES*****?*27*01*2.016*AS*23*Ê*25*

Postar um comentário

Obrigada por dar a sua opinião.
Elogie, critique, mas faça isso com educação.
- Comentário com palavras de baixo calão será excluído.