6 ANOS LEVANDO AS NOTÍCIAS DA TERRINHA QUERIDA

AQUI, FÁTIMA NORONHA TRAZ NOTÍCIAS DE SUA PEQUENA BRAZÓPOLIS, CIDADE DO SUL DE MINAS GERAIS.

E-MAIL DE CONTATO: fatinoronha@gmail.com

29 de novembro de 2013

USO DO “MATA MATO” – SIM OU NÃO?



O uso de “mata mato”, ou seja, de veneno tipo herbicida para matar a vegetação em áreas urbanas como vias públicas, terrenos baldios, quintais, etc, não é permitido pela Agencia Nacional de Vigilância Sanitária - ANVISA. Este órgão federal em Nota Técnica, de 15/01/2010, afirma que “[...] a prática da capina química [uso de mata mato] em área urbana não está autorizada pela ANVISA ou por qualquer outro órgão, não havendo nenhum produto agrotóxico registrado para tal finalidade”.
O que deve ser empregada é  capina manual, rotineiramente, para remover  o  mato, visando manter a limpeza e higiene pública.   Nos últimos anos, entretanto, passou-se a empregar produtos químicos, como os herbicidas (capina química), muitas vezes, sem obedecer às orientações e restrições dos fabricantes.
O envenenamento de plantas e microorganismos, além da contaminação do solo, e dependendo da localização do terreno, até de lençóis de água subterrânea estão entre os danos que podem ser causados quando a capina química, com agrotóxicos, é colocada em prática. Além disso, este método de capina pode expor os trabalhadores que executam o serviço,  a população e animais a intoxicações.
Por esses motivos vários estados brasileiros já proíbem esse tipo de prática, potencialmente perigosa,  nas áreas urbanas.

O uso dos herbicidas é mais  “fácil” do que fazer a manutenção na base da enxada ou ganchinhos.  Basta uma aplicação periódica para que nada mais nasça ali. O veneno é tão potente que os funcionários têm de trabalhar usando roupas especiais, luvas, máscaras e botas.  A recomendação exige também o isolamento da área por, no mínimo, 24 horas.
Mas na maioria das vezes  estas  aplicações ocorrem de madrugada e de manhã vemos  crianças, cães e gatos,  brincando na frente de suas casas sem saberem o risco que correm!
Se  ninguém reclamar ou denunciar, continuam fazendo. É preciso denunciar, fazer algo na direção de exterminar esse mal das cidades de uma vez por todas!

Não sei se por  ingenuidade ou apatia a população tende a acreditar que se fosse tão ruim assim, a prefeitura não usaria ou a indústria nem fabricaria.

E aí? Que tal impedir que isto aconteça em nossa cidade? Depende apenas de nós.   Há mecanismos para denunciar, e isso é nosso dever!
Portanto, fica a sugestão para que nossos vereadores e nosso prefeito, que ainda não regulamentaram esse assunto: Pensem na  segurança dos trabalhadores, na qualidade de vida dos moradores e na sustentabilidade ambiental. Não é porque outras cidades fazem é que vamos repetir o erro delas.


O herbicida Roundup é perigoso, inclusive em doses mínimas, segundo estudo Da AFP De Caen, na França

Um estudo realizado por um especialista em biologia molecular, afirma que o herbicida Roundup, o mais utilizado no mundo, é perigoso para a saúde humana, inclusive em doses mínimas.

"Trabalhamos com células de recém-nascidos com quantidades do produto 100.000 vezes inferiores com as quais qualquer jardineiro comum está em contato. O Roundup programa a morte das células em poucas horas", declarou à cientista francês Gilles-Eric Séralini.  

Da alergia ao câncer, quando  maior a fragilidade da pessoa, maior é o risco, acrescentou.

A agência americana de proteção ao meio ambiente (US Environmental Protection Agency, EPA) detalhou os efeitos nocivos para a saúde que pode provocar a exposição a importantes doses de Roundup: "congestão pulmonar e aceleração do ritmo respiratório", entre outros.

Para aumentar a eficácia do herbicida e facilitar sua penetração nos tecidos vegetais, a maioria das suas formulações comerciais possui uma substância química surfatante (um composto químico que reduz a tensão superficial do líquido). A formulação Roundup, que é a mais utilizada, é composta de surfatante polioxietileno-amina, ácidos orgânicos de glifosato relacionados, sal de isopropilamina e água. Em função dessa composição, o Roundup possui uma toxicidade aguda maior que o glifosato puro, testado em laboratório pelas principais agências regulatórias do produto nos EUA. O surfatante presente no Roundup está contaminado com 1-4 dioxano, um agente causador de câncer em animais e potencialmente causador de danos ao fígado e aos rins de seres humanos. Em decorrência da decomposição do glifosato registra-se uma substância potencialmente cancerígena conhecida, o formaldehido. E a combinação do glifosato com nitratos no solo ou em combinação com a saliva, origina o N-nitroso glifosato, cuja composição também é potencialmente cancerígena e para a qual não há um nível de exposição seguro. Um estudo realizado na Suécia concluiu que há uma associação do contato   com glifosato e o linfoma non-Hodgkin, outra forma de câncer, e os pesquisadores alertam para o caso, considerando o exponencial aumento no consumo do herbicida a nível mundial.

Os riscos desta expansão do consumo de herbicida, que pode afetar não somente os agricultores, mas também toda a população, uma vez que a sua presença no meio ambiente, na água e nos produtos derivados da soja, que venham a conter resíduos de glifosato, aumenta proporcionalmente os seus efeitos. Os estudos de toxicidade realizados demonstraram os seguintes efeitos: toxicidade subaguda (lesões em glândulas salivares), toxicidade crônica (inflamação gástrica), danos genéticos (em células sangüíneas humanas), transtornos reprodutivos (diminuição de espermatozóides em ratos e aumento da freqüência de anomalias espermáticas em coelhos), e carcinogênese (aumento da freqüência de tumores hepáticos em ratos e de câncer tireóide em ratas).  

O efeito do glifosato no organismo humano é cumulativo e a intensidade da intoxicação depende do tempo de contato com o produto.

47 comentários:

Anônimo disse...

Acho que usar não tem problema, só tem que ser passado em dias de sol extremo, sem possibilidade de chuva, pois se chover e o veneno escorrer para os rios teremos vários danos...

Anônimo disse...

Não é assim não! Se não tivesse problema seria permitido pela ANVISA. É um crime utilizar esses produtos! O que acontece é a lei do menor esforço. É o mesmo caso do formol nos cabelos da mulherada. Todo mundo sabe que faz mal mas a vaidade fala mais alto. E eles disfarçam colocando perfumes na composição e dando nomes diferentes. E elas fingem que acreditam e continuam usando. Muitas coisas mesmo sendo permitidas já não são confiáveis, imagine só o que é proibido! Pura ignorância usar esses produtos. Sou a favor da volta dos ganchinhos que não prejudicam ninguém.

Ana Paula S. disse...

Acho que esta discussão nem deveria estar acontecendo. O mata mato faz mal sim e ponto final. Tanto para os animais como para as pessoas. Se vcs querem se contaminar, eu não quero!

Anônimo disse...

Depois anda perguntam: pq será que está acontecendo tantos casos de cancer hj em dia? Pois além que termos que comer os produtos com estes veneno ainda vaõ poluir a nossa cidade, nossa água?
E os pobre canarinhos da terra qu estavam quase extintos e agora estão voltando, que alimentam das sementes destes capins? Vão morrer todos. E quem tem plantas perto da rua, podem dizer adeus a elas tb.

Anônimo disse...

Deixa o mato crescer entao! bom que a cidade fica com mas areas verdes e os canarios tem alimento!

Anônimo disse...

É facil acabar com os matos. Arrumar umas vaquinhas, cabritas, que o problema acaba. Ta certo que começa outro. Mas que a cidade esta uma vergonha, não tenha duvida. Sai prefeito e entra prefeito é a mesma merda.

Anônimo disse...

Vocês acham que o prefeito e os vereadores estão preocupados com os moradores de Brazópolis?É comodo colocar veneno.É lógico que se é veneno é veneno e ponto final.Eu quero a minha cidade com canários sim,mas sem mato.IA ironia do anônimo das 16:59 deixa muito a desejar.Xô puxa saco!

Anônimo disse...

A questão é que fizeram uma pseudo "audiencia publica" as escondidas e sem divulgação POPULAR e pelo que sei foi aprovado o uso de veneno nas ruas de Brasópolis, e pra manter o roteiro foi feito na surdina, escondido, as pressas e sem convocação legitima e de fato. Essa é a gestão que é boa mas tem suas politicagem!!! Acho que o fornecedor do veneno deve ter bancado a campanha, ficaremos de olho!!
Acho que as licitações devem ser publicadas e continuar publicando, pois tem lá os editais os chamamentos e em alguns casos não aparece mais nada parece fantasmas!!
Precisamos ficar de olho, principalmente nas relacionadas ao meio ambiente, porque ano passado ja sofremos com projetos mau executado, executado por curioso, inclusive la no tijuco preto, houve multas ambientais!!

Anônimo disse...

Eu sou contra. SE vcs acham que não faz mal, então que sejam voluntários para espalhar o veneno. Isso todos os meses, pq não será uma vez só que vai ser colocado. Sendo vc a vítima pra colocar o veneno, vamos vistar vc doente em casa daqui alguns anos.
Será que esse povo é tão ignorante assim? NÂO PODE! É por isso que que chama veneno. Mata! E não precisa chover pra fazer mal não, o solo absorve e manda para o lençol dáqua.

Anônimo disse...

Ivamos engolindo a degradação do meio ambiente!!! Onde estão os posicionamentos das Instituições Ambientais sediadas em Brasópolis, tais como: Projeto Curupira e Dispersores. Caso tenha feito noutro forum, e gentileza me desculpar!!!!

Publiquem!!!

Anônimo disse...

Para jogar o veneno tem que ter um funcionário, para retirar o mato morto também tem que ter um funcionário e para levar o material contaminado para um lugar seguro mais um funcionário. Não vejo muita diferença entre o perigoso veneno e a velha enxada. Portanto prefiro um pouco mais de suor dos funcionários da prefeitura para retirarem o mato de forma natural, do que o modo fácil e nocivo à saúde de jogar veneno onde bem entenderem.

Anônimo disse...

Ivamos ficando envenenados a cada dia.

Anônimo disse...

SOU CONTRA JOGAR VENENO EM NOSSO SOLO.

Anônimo disse...

Essa mer.. só pode ser usada em períodos de seca entre maio e agosto. Então pq estão querendo usar o veneno agora, em plena estação das chuvas?

Roberto Carlos Silva disse...

Quando o mundo inteiro se preocupa em preservar o meio ambiente, vocês pensam em contaminá-lo mais ainda?
O mata-mato deve ser aplicado uma vez e depois após 3 meses. Após a aplicação o mato seco tem que ser capinado, pois volta a crescer. A próxima aplicação não deve ser em menos de 100 dias, pois pode contaminar o lençol freático.
Só aplicar em dias ensolarados, sem perigo de chuva posterior à aplicação.
Sem contar os inúmeros pássaros que irão morrer ao comer as sementes dos capins envenenados, doenças de pele de humanos e animais. Se inalados pode ocorrer o perigo de intoxicação em pessoas com problemas respiratórios. Grávidas, nem pensem em ficar perto deste produto, pode dar má formação ao feto.
Lembram- se que os funcionários que farão a aplicação tem que serem orientados e usarem roupas especiais. E eles devem também pedir um acréscimo em seus salários por insalubridade. E qualquer problema que sentirem, irem imediatamente ao médico!
Não existe solução permanente, o mato volta a crescer depois de algum tempo.
Isto mesmo, mandem ver no mata-mato e destruam o que Brazópolis tem de melhor: Sua paisagem verde.

Anônimo disse...

Olha a incoerência: Chefes, secretários e vereadores ganhando muito mais do que deveriam e em um número bem acima das necessidades de nossa cidade. Pessoas precisando de emprego. Ao invés de dar empregos, mandam os funcionários de obras embora e aplicam veneno na cidade.
Deveriam diminuir os cargos, ganharem menos e com o que sobrar dar emprego aos funcionários para a limpeza da cidade. Me poupem! Vocês acham que somos ignorantes?

Deborah Siqueira Santos disse...

Isto nem deveria estar sendo discutido. Nem estou acreditando! Colocar mata-mato por economia? E o nosso bem estar custa quanto a vocês? E se passarmos mal, vcs tem um hospital exemplar que possa nos atender?

Anônimo disse...

VENENO!!!! Mata tudo, até os mais fraquinhos pois são acumulativos. Vai acabar com o mato, as plantad, os peixes, as aves, os gatos, os cachorros, os urubus e as crianças.

Anônimo disse...

Como assim? E tem gente votando a favor de veneno!

Anônimo disse...

é parece que só está sendo postado comentarios contra o uso do mata mato. ou estou errado.

Anônimo disse...

Engraçado, na gestão anterior podia tudo ninguém falava nada.Os. não petistas ficaram chorando até quando.vão a merda.

Fátima Noronha disse...

Pois é, todos os comentários foram postados. Todos contra o mata-mato, mas na enquete está quase empatado. Eu não entendo.

Anônimo disse...

Então estão nivelando a atual gestão com a anterior?

Anônimo disse...

Só digo uma coisa: com pesquisa, sem pesquisa, com reclamação, sem reclamação, a Prefeitura já conseguiu autorização para a utilização do Mata Mato...Graças a Deus!!!!!Ainda bem...poderemos ver nossa cidade novamente limpa!!!!!
Carlos Roberto

Anônimo disse...

É um absurdo um asunto desses ainda ter que ser decidido!!!!!!!!!!!!!!!!! Achei que isto já fosse proibido há muito tempo!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Anônimo disse...

Consta na ATA 35 da Câmara Municipal aprovada por unanimidade pelos vereadores: " Solicitar ao Executivo que não use produto herbicida para combater os matos que têm crescido nas ruas da cidade".
Nossos representantes legais do Legislativo já deram seu parecer CONTRA, resta agora os outros poderes, Executivo e Judiciário, respeitarem essa solicitação e fazerem valer o que esta escrito.

Anônimo disse...

Acho que muitas pessoas não estão interpretando direito a pergunta da enquete e votam "a favor" pensando que estão votando a favor da capina. Só pode ser isto pra termos este resultado.

Anônimo disse...

Parabéns para os vereadores que se interessam pelo povo (hoje é tão difícil!) O Legislativo não pode lavar as mãos e parar. Deu o ponta pé inicial, corra para fazer o gol. Na cidade vizinha de São Lourenço devido o descaso do Prefeito, na Avenida Rio Branco, rua Vicente de Lorenzo, o uso de produtos tóxicos é evidente. O mato cresce assustadoramente e o Prefeito só se preocupa em limpar as ruas próximas ao Hotel Guanabara como acontreceu na semana que se findou, na rua Ledo. Fátima, vem socorrer o povo de São Lourenço.

osmael silva disse...

Olá, Fátima Noronha. Sou estudante de Química e estou muito feliz desse seu documentário; pois eu ainda não sabia da gravidade desse produto e estava com ele em mãos para comprá-lo, porem o vendedor informou-me dos efeitos danosos, afirmando não me vender tal produto se fosse para aplicá-lo em áreas urbanas. Agradeci muitíssimo a ele e fiquei muito feliz pela sua sinceridade. Idem a você. bjs!

Anônimo disse...

Olá, gostaria de saber se existe no mercado algum produto que mata o mato e não prejudique os animais.. obrigado

Fabio Almeida disse...

Por favor, quem tem o mínimo de consciência, não cometa o mesmo erro que cometi, utilizei no pequeno terreno em frente a minha casa, e meu gato fugiu a noite, não consegui recolhê-lo para dentro. Na manhã seguinte o encontramos morto. Uma lástima, mas que fique de exemplo para quem pensa em utilizá-lo

Anônimo disse...

acabei de passa mata mato aqui no sitio nqo sabia que causava td isso sera que pode morre as galinhas mais nao vence carpi

Anônimo disse...

Deus falou: " Com o suor do teu rosto ganharás o teu pão". Agora ninguém quer mais isto e por isso pegam o atalho e se arruinam a si mesmos. Ex: falta de água, água envenenada, comida envenenada e finalmente corpo envenenado (câncer em todas as faixas etárias, destruição do sistema nervoso e aí vai), como é bom viver nos tempos modernos e não esquecendo da violência e evolução humana... cada vez mais longe de Deus. Tudo que o homem semear, isto também ceifará... Será que o livro Santo (Bíblia Sagrada) está errado? Voltemos a lógica Bíblica, que é pela fé, mas ajuda a vida humana em todas suas esferas.

Anônimo disse...

Eu tenho um terreno de de 105m² na minha casa, e as terras de MG sao super ferteis, nasce mato que é uma beleza, mesmo sem chuva, quem dera que fosse dinheiro, n quero plantar nada aqui, acho ridiculo plantaçao de horta ou criaçao em casa, coisa de caipira, nao aguento mais ter que pagar boia-fria pra ficar capinando, haja dinheiro e saco pra isso, fora que o mato causa mosquitos,aranhas e outros insetos, eu quero jogar um pouco de veneno ali, spray bem direto na terra, n vai se espalhar no ar e seca rapido, lembrando que eu estou em uma cidade pequena no sul de MG, aqui a coisa mais normal é veneno pra planta e n vejo nqm com cancer nem nada, pessoal velho já que mexeu com isso a vida toda na roça e tal, joga o veneno no proprio quintal de casa, é uma quantidade muito pequena cerca de 200ml p/20litros de agua, tb pode colocar um pouco de oleo e sal, vai me dizer que se eu usar 600ml em 105m² no meu terreno que é bem no alto e longe de qualquer fonte de agua, eu vou fazer mal ao lençol? Usando 600ml aqui e acabando de vez com essa dor de cabeça que eu tenho a 14 anos, pelo amor de Deus neh, quem contamina o meio ambiente sao aqueles agricultores com centenas de litros de agrotoxicos todos os anos e ainda é legalizado! VSFD! Dps eu q sou ignorante, o unico coidado é pra quem esta passando o veneno e pra n deixar nqm ficar perto até secar.

Rouchane Ferreira disse...

Pessoas que usam mata mato poderiam se oferecer como voluntarias para adubo... a existencia delas seria bem melhor aproveitada. Fora o fato de nos poupar de defesas tão fúteis dado a dimesão do assunto.

Anônimo disse...

Moro perto de Lumiar ,uma cidade que é bacia dos rios Macaé e vários pequenos córregos . Vi pessoas usando mata-mato na beira do rio.Um absurdo. Não há fiscalização e fazem tudo o que é errado aos sábados e domingos. Ateiam fogo na mata,constroem sem licensa, cortam os morros e árvores. o que fazer.

Anônimo disse...

ENTÃO VAMOS COMPRAR UMA CABRA PARA ACABAR COM O MATO. POIS A PREFEITURA NÃO ESTA NEM AÍ COM MATO CRESCENDO NA CIDADE, É UMA VERGONHA. VAMOS USAR EM NOSSAS CALÇADAS SIM!!! SE FOSSE PERIGOSO A VENDA SERIA PROIBIDA, SE ESTA A VENDA VAMOS COMPRAR E ACABAR COM O MATO, COISA QUE DIGA-SE É UM TRABALHO QUE A PREFEITURA DEVERIA FAZER... MAS COMO MUITAS OUTRAS COISAS ESSA PREFEITURA DE M# NÃO FAZ NADA, ALEM DAS MARAVILHOSAS CILO-FAIXAS.

Unknown disse...

Pois eh... temos mta gente entendida do assunto aqui! Como eu nao sou profissional da area nao posso dizer se contamina ou nao.. se prejudica ou nao... A unica coisa q posso q observo eh o seguinte: nao ha fiscalizacao. Se prejudica o orgao fiscalizador deve proibir a venda a qq pessoa..! Fizeram isso com os antibioticos... tb podem fazer isso com herbicidas e pesticidas.. venda autorizada mediante autorizacao de um profissional da area. Enquanto nao houver controle mta gente vai continuar usando! Sabendo ou nao dos riscos.

Anônimo disse...

Turma de bestaiada, já ouviram falar em asfauto? Tantos problemas na cidade, voçes vem falar em mato? Sentam numa sala de escola, leem jornais, livros , assistam televisão,, ou entao tiram estas pedras nojentas da rua e deixa somente terra, assi fica mais facil de capinar.

Anônimo disse...

EXISTEM OUTRA MANEIRAS DE CONTROLAR O MATO...UMA DELAS É A ROÇADEIRA, FICA LINDO CORTADO... COMO UM TAPETE! ALÉM DO MAIS EXPÕE AS PESSOAS QUE PASSAM PELO LOCAL ATÉ 24 HS DURANTE E DEPOIS DAS APLICAÇÕES ...

Anônimo disse...

PARABÉNS FÁTIMA, O POVO PRECISA SE EDUCAR E RESPEITAR A NATUREZA...AQUI EM SC CATARINA ONDE MORO PASSAM VENENO O TEMPO TODO EM TODO LUGAR ...É ASSUSTADOR... OBRIGADA E CONTINUE A COMENTAR ...AS PESSOAS NÃO LEVAM AS COISAS A SÉRIO E SÓ FAZEM O QUE INTERESSA A ELES PRÓPRIOS NÃO SE IMPORTANDO COM O BEM ESTAR DOS OUTROS E DA NATUREZA.

Anônimo disse...

As autoridades e órgãos no Brasil é uma comedia! Diz que é proibido, sabe dos riscos, mas os fabricantes nunca pararam de fabrica-los e nem os comércios pararam de vende-los, pelo contrario aumentou e muito as vendas desses herbicidas.

Anônimo disse...

Gente eu preciso acabar com as tiriricas tem muitas no meu quintal está minado, até parece um capinzal,já passei várias vezes gripir pra tiriricas mas não morrem nascem tudo de novo!!! não aguento mais!!! cheguei a passer 70 litros de óleo queimado e não resolveu porque a batata delas fica profubda no chão! não sei mais o que fazer!

Adriana Sauter disse...

e uma merda mata não dá 15 dias já tem mato

Adriana Sauter disse...

e uma merda mata não dá 15 dias já tem mato

Anônimo disse...

Quando vou contratar um jardineiro para capinar a tiririca, a grande maioria não quer vir por preguiça. Os que aceitam vir já vão falando para eu passar veneno "que resolve" e eu nunca mais vou ter mato. Inclusive os jardineiros profissionais só querem passar veneno e sempre dizem que não faz mal à saúde. Acho que todos os produtos químicos defensivos produzem algum dano ao meio ambiente principalmente quanto ao descarte do produto que sobra e lavagem dos equipamentos usados. Jogar aonde? Na rede de esgoto pública?? Quero denunciar estes "profissionais" que insistem em usar veneno para matar o mato/tiririca mas não sei como. Moro em Curitiba.

Anônimo disse...

No caso do mata mato nome popularquem impera não é a vaidade e sim a preguiça de fazer a capina no terreno.

Postar um comentário

Obrigada por dar a sua opinião.
Elogie, critique, mas faça isso com educação.
- Comentário com palavras de baixo calão será excluído.