6 ANOS LEVANDO AS NOTÍCIAS DA TERRINHA QUERIDA

AQUI, FÁTIMA NORONHA TRAZ NOTÍCIAS DE SUA PEQUENA BRAZÓPOLIS, CIDADE DO SUL DE MINAS GERAIS.

E-MAIL DE CONTATO: fatinoronha@gmail.com

31 de outubro de 2013

FOTO ANTIGA DO CINQUENTENÁRIO DE BRAZÓPOLIS/MG - Luiz Fernando da Silva

Há tempos venho observando a exposição de fotos antigas de várias cidades no Facebook e nos diversos Blogs. A iniciativa é muito interessante do ponto de vista de nossa memória. Contudo, tenho também observado a ausência de legendas e, na maioria dos casos, de análises situacionais referentes às referidas fotos. É claro que, para tanto, há a necessidade de conhecimentos relativos às referidas postagens. Há, em alguns casos, a simples exposição de fotos antigas sem legendas e análises situacionais com a intenção de provocar o debate entre os participantes e visitantes de um dado Blog acerca delas. Algo que também é criativo.


Contudo, vejo que uma foto deslocada de contexto e sem legenda é como um objeto arqueológico extraído de um dado lugar e colocado em cima de uma mesa numa sala de estar. Pode ser bonita, interessante, exótica... mas falta-lhe substrato para envernizar a sua importância real.

 
Partido dessa constatação e com a sugestão do colaborador e amigo João Paulo Braga Floriano, resolvi postar também, em meu Blog, fotos históricas, pitorescas e da atualidade, acompanhadas de legendas e análises sócio-histórica-político-econômica.
 
 

 O ano  de 1952, registrado na foto, talvez seja um equívoco meu ao colocar a legenda nela ou,  mesmo,  do CPDOC da FGV.

Corria o ano de 1951. Brazópolis estava no auge de seu desenvolvimento sócio-econômico. Grande produtora de café, tinha ferrovia e uma rodovia em vias de ser inaugurada. O bairro da Beira da Linha era a Meca do desenvolvimento na cidade. Tinha posto de gasolina, grandes armazéns de café, lojas de equipamentos agrícolas, etc. e tal. A importância daquela região era tanta que a Igreja da Matriz fora construída voltada para lá. Havia, ainda, a Igreja do Rosário, construída no local onde hoje é estacionamento, ao lado da Prefeitura Municipal.

Para ilustrar tanto desenvolvimento, o Governador JK e ilustres próceres, dentre eles, o ex-presidente da República, Wenceslau Braz Pereira Gomes, estavam presentes na solenidade do cinquentenário da aprazível cidade de Brazópolis.

Corria o ano de 2001, cinquenta anos depois, no centenário da querida Brazópolis, ocasião em que eu estava presente no governo municipal como Secretário de Saúde, já não havia tantos próceres assim. Razão do tempo. Coisas indeléveis numa cidade que não aproveitou o bonde da história para se firmar regionalmente. Avante Brazópolis!




Luiz Fernando da Silva, nasceu em 1962, em Brazópolis/MG. Graduou-se em  Ciências Sociais pela Universidade Federal de Minas Gerais em 1990 e fez, também pela mesma Universidade, pós-graduação em Sociologia entre 1995/97. Foi Coordenador do Centro Acadêmico de Ciências Sociais em 1988, sindicalista entre 1989 e 1991 no SINDADOS/MG, professor de sociologia no ensino médio entre 1991 e 1996 e professor universitário na Faculdade de ciências médicas de Minas Gerais em 2002. Atualmente, é servidor público estadual em Minas Gerais.  

5 comentários:

Antonio Claret disse...

Parabéns Luiz Fernando ótima lembrança, Brazópolis já foi tudo isto, agora está abandonada e segue quase parada em ritmo lento.

Luiz Fernando disse...

Obrigado Antonio Claret. Reavivar a nossa memória é necessário! Abraços

Anônimo disse...

Grande foto e com um ótimo texto, ops quer dizer poesia! Espero que tenha mais relatos da história de Brazópolis, com requintes de detalhes e descrições de cenários urbanos e rurais!!!! Parabens!!!!

Luiz Fernando disse...

Anônimo (31 de outubro de 2013 20:57), obrigado. É meu propósito fazer postagens nesse sentido. Abraços

Anônimo disse...

naquele tempo nao tinha cesta basica,,a politica era seria memo??

Postar um comentário

Obrigada por dar a sua opinião.
Elogie, critique, mas faça isso com educação.
- Comentário com palavras de baixo calão será excluído.